(trans)bordas

Para não transbordar a prisão da carne, de que lado a barbárie?, o corpo da existência encontra suspiros. Mente sistema coração. Bocejo para cansaço, suspiro vocalizado para peito atropelado, ataque de riso para fadiga do siso, consciente respiro para ausência, água reagente dos olhos para contato da alegria, da beleza e da dor, beijo, mordida, colo e afago felino para desamor, paisagem, amigos e estrelas para solidão da existência, escrita para ser onde não se cabe, melancolia para o que alegria não mais cobre, sonho para processo de essência, otimismo para não controle, inutilidade poética para vão, erro para vaidade, colorido para necessidade, viagem para desencontro, paixão para sofrimento, amor para intolerância, respeito para sentimento, dor para irrelevância, aprendizado para voo sob desafio do sol.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s