friaca

desatino a frio sem céu

véu de nuvens humoradas de noite

perdi o nariz e o terror

é não sentir o aguaceiro nas fossas

fugo ao retiro onde o calor

de colo felino ronron toma-me posse

o pelo lembra a pele acorda

a tempo de antes se me cara a caia no chão

Anúncios

Um comentário sobre “friaca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s